Arquivo da tag: olheira falsa

Tipos de olheiras e seus tratamentos

Créditos: 123RF Images

As olheiras são um pesadelo para homens e mulheres! Ao contrário do que muita gente pode pensar, elas não são relacionadas apenas ao cansaço e à falta de sono. Temos três principais tipos de olheiras e cada um tem suas características e fatores determinantes. Confira abaixo e tire as suas dúvidas.

O que são as olheiras e quais os seus tipos

As olheiras se caracterizam pelo escurecimento da região periorbital, ou seja, quando nossas pálpebras inferiores, principalmente, apresentam uma tonalidade mais escura que as demais partes do rosto. Essa característica pode ser decorrente de três fatores desencadeadores: vascularpigmentar e alterações no relevo da pele. Confira abaixo um pouco sobre cada um:

Olheiras vasculares

A pele das pálpebras é a mais fina de todo o corpo. Enquanto a pele das outras áreas tem espessura média de 2mm, a tez dessa região tem cerca de 0,4mm. Isso quer dizer que, principalmente para as pessoas mais branquinhas, as estruturas abaixo da pele ficam muito evidentes. São os vasos sanguíneos abaixo das pálpebras, que dão uma sensação de arroxeamento.
Quando há dificuldade de drenagem venosa na região, a condição é agravada. A característica pode ter pioras também com o uso de álcool e cigarro, privação de sono e doenças respiratórias.

Como tratar:
A Luz intensa pulsada é um procedimento muito bem empregado para olheiras deste tipo. 
Funciona por meio da emissão de feixes de luz, com vários comprimentos de onda, capazes de atingir diferentes alvos na derme e tratar distintos problemas. No caso das olheiras vasculares, atingimos os vasinhos, reduzindo o escurecimento sem prejudicar a circulação.
Podemos utilizar também alguns dermocosméticos indicados para vasoconstrição, minimizando o arroxeamento local.

Olheiras pigmentares

Este tipo de olheira é mais acastanhado, decorrente do depósito de pigmento (melanina) na região periorbicular. É principalmente decorrente do fator genético. Pode ser causada também por processos inflamatórios (como em dermatites ou alergias), condições com aumento de estímulo de hormônios femininos (como no período da gravidez) e com uso de alguns tipos de colírio.

Como tratar:
Laser acroma é indicado para tratamento deste tipo de olheira. Por meio de raios de alta energia, a luz emitida pelo aparelho age em células produtoras de pigmento, reduzindo sua atividade e promovendo clareamento progressivo. Além disso, podemos realizar um tratamento com cremes com ativos que estimulem a despigmentação.

Olheiras por alteração anatômica

Quando temos um sulco, uma depressão, tudo que fica atrás gera uma sombra. Essa sombra nós vemos como uma olheira. Na verdade, é uma “falsa olheira”, que, pelo relevo da pele, leva-nos a uma sensação de escurecimento da região. As “falsas olheiras” são caracterizadas principalmente por um “degrau” que se forma no sulco nasolacrimal, conhecido pelo termo em inglês tear trough. Esse defeito anatômico se acentua a partir do momento que a pessoa começa a apresentar flacidez do rosto. 

Como tratar:
O preenchimento com Ácido Hialurônico é uma excelente opção para acabar com estas olheiras, corrigindo a anatomia do rosto. Além de preencher a região ao redor dos olhos, em alguns casos, para conseguir estabilizar a região da órbita do olho, precisamos fazer a sustentação do terço médio e o preenchimento da têmpora. Realizamos uma harmonização do rosto por inteiro e finalizamos com refinamento do sulco propriamente dito. Com a parte anatômica corrigida, temos toda a estrutura da face no mesmo plano. Assim, a pele ao redor dos olhos fica no mesmo tom do restante do rosto.

Temos vários produtos muito bons no mercado, que combinam diferentes ativos. Por isso, é importante realizar uma avaliação em consultório, para identificar a origem da olheira, suas causas e seu tratamento mais adequado.

Tratamento para Olheiras em Porto Alegre

A nossa colunista dermatologista Dra. Fairuz Helena pode atender você. Ligue e faça seu agendamento. Para mais conteúdo sobre o mundo da beleza, siga a Dra. Fairuz no Insta e acesse o blog.

(51) 3414.2770 – 3307.2770 – 98692.6697
Rua Mariante, 180 – Sala 304 | Bairro Moinhos de Vento – Porto Alegre/RS

Como Funciona a Camuflagem de Olheiras

O procedimento consiste na aplicação do tom similar ao natural da pele apenas na parte inferior dos olhos – as famosas olheiras – não havendo alteração na textura da pele, somente no contraste. O método é semi-definitivo pois trata-se de uma micropigmentação, podendo haver necessidade de uma futura manutenção.

A camuflagem dura em media de dois a cinco anos, variando de pessoa para pessoa. Não há como indicar quantas sessões serão necessárias para o efeito desejado da paciente, algumas em apenas uma sessão com o retoque ficam satisfeita com o resultado, e outras, preferem fazer mais uma ou duas sessões.

Na primeira aplicação da camuflagem o tom escuro clareira em media 30%, com o resultado visível de 15 a 60 dias após o procedimento, sendo o retoque feito em 30 dias.

Os Tipos de Olheiras

A olheira falsa: Nos casos em que os olhos são mais fundos, provocando então uma sombra na pálpebra inferior. O procedimento mais indicado é o preenchimento com ácido hialurônico.

A olheira pigmentar: Tem cor acastanhada pelo deposito de melanina. As causas  podem ser por exposição solar, hereditariedade ou pós inflamatório. O tratamento recomendado é o filtro solar, cremes clareadores e lasers.

A olheira vascular: De cor arroxeada devido ao aumento de vasos sanguíneos na região, tem como causa o cansaço, rinite alérgica e o uso de alguns medicamentos. Os tratamentos mais indicados são clareadores e lasers.

Para cada tipo especifico de olheira é preparado uma tonalidade aconselhável para o tom de pele. Começando com uma neutralização da cor, ou seja, depositamos o pigmento inorgânico na epiderme – camada mais superficial da pele – para que possamos camuflar o tom escuro existente na derme, assim denominado como camuflagem de olheiras.

Inúmeras pessoas sofrem por ter olheiras escuras, as quais deixam com o aspecto facial de cansada, triste e estressada. As mulheres contam com ajuda de maquiagens como os poderosos corretivos, porém é muito desgastante e prejudicial para a nossa pele todos os dias ter que passar por esse processo para esconder as famosas olheiras.

Esse novo método, foi desenvolvido por um tatuador há mais de 10 anos que recebia muitas queixas de suas clientes sobre as olheiras escuras. O mesmo criou a técnica e buscou aperfeiçoamentos para neutralizar a tonalidade escura das indesejáveis olheiras.

É importante destacar que esse método não é um tratamento e sim um procedimento, os pigmentos são todos liberados pela ANVISA.

As etapas do procedimento

• Identificar o tipo de olheira a ser camuflada
• Fotos do antes para acompanhar a evolução
• Aplicação da pomada anestésica por 20 minutos
• Marcação e delimitação da área escurecida de acordo com cada olheira,
havendo uma separação por áreas partes mais escuras e mais claras.
• Dar inicio ao procedimento de leva em torno de 1 hora
• Retoque em 30 dias

Os cuidados do pós: Em alguns casos a área camuflada fica vermelha por algumas horas, recomendamos compressa de algodão com água gelada. É necessário usar a pomada indicada, não fazer uso de maquiagem ou cremes hidratantes por sete dias na região camuflada. É importante não coçar a área ou se expor ao sol sem filtro solar. Em hipótese alguma, pode ser feito qualquer procedimento que envolva laser após o procedimento, na região camuflada, pois ira resultar na remoção indireta do pigmento aplicado.

Lembrando que a camuflagem de olheiras não é uma tatuagem, e sim uma neutralização de cor, ou seja, não fica sobre a pele e sim na epiderme (camada mais superficial), amenizando a cor escura da olheira.

Confira nossa promoção de Camuflagem de Olheiras com o Studio Mardie.