Arquivo do Autor: Rock Content

Drenagem linfática: confira 5 mitos e verdades sobre o assunto

De uns tempos para cá, a tradicional drenagem linfática tem sido muito procurada pelo público feminino. Não é para menos: por meio dessa massagem terapêutica, é possível aproveitar uma série de benefícios. Isso porque tal procedimento estético atua diretamente no sistema linfático, eliminando toxinas presentes no organismo.

A técnica é excelente para filtrar a circulação sanguínea, além de levar os líquidos presentes no corpo para as estruturas responsáveis por coletá-los e absorvê-los. E o melhor? A sessão é 100% indolor, feita a partir de pressões levíssimas na superfície da pele, sendo, inclusive, um momento de relaxamento para as clientes.

Porém, embora a drenagem linfática seja bastante conhecida, ainda há alguns mitos que envolvem o assunto. Pensando nisso, criamos este post especialmente para esclarecer todas essas questões. Acompanhe a leitura e fique por dentro!

1. Qualquer gestante pode fazer

Mito. Atualmente, muitas gestantes procuram a drenagem linfática para eliminar o inchaço típico do período. No entanto, não são todas as mulheres que podem investir na ideia. Pessoas com hipertensão, trombose venosa, insuficiência renal ou qualquer outra complicação originária do sistema linfático devem evitar a técnica.

Também é preciso ficar atenta ao período recomendado para o procedimento. O ideal é realizar a massagem somente a partir do terceiro mês de gravidez, o que corresponde a 12ª semana.

Mas não se preocupe, viu? Caso não seja possível adotar essa alternativa, existem outras práticas que ajudam a combater o inchaço. É o caso de seguir uma alimentação saudável, ingerir bastante líquido e praticar exercícios físicos de intensidade moderada. Converse com o seu médico!

2. Ajuda a diminuir a celulite

Verdade. Um dos principais objetivos da drenagem linfática é eliminar a linfa — um líquido composto por lipídios e proteínas, localizado entre as células. Ao realizar o procedimento, é possível retardar a produção dessa substância e, consequentemente, diminuir o inchaço do organismo.

Em paralelo, essa prática ainda é capaz de melhorar a circulação, relaxando os vasos e acelerando o metabolismo no local onde a massagem está sendo aplicada. Por conta disso, os tecidos do corpo recebem maior quantidade de oxigênio, o que auxilia a diminuição das temidas celulites. É bem interessante!

3. Drenagem linfática emagrece

Mito. A função da drenagem linfática é auxiliar a eliminação de líquidos acumulados, bem como liberar uma série de toxinas presentes no organismo. Ou seja, tal procedimento não promove a perda de gordura.

Contudo, a técnica pode contribuir para a diminuição do peso, desde que seja combinada com outras práticas. Investir em uma alimentação equilibrada, praticar exercícios físicos e priorizar boas noites de sono são apenas alguns exemplos que merecem a sua atenção.

4. Beber água antes do procedimento potencializa os efeitos

Verdade. Ao agendar uma sessão de drenagem linfática, não se esqueça de beber bastante água — não somente antes do procedimento, como também após sua finalização.

A razão disso é uma só: ao beber água, promovemos uma melhora na retenção de líquidos e, de quebra, também é possível eliminar mais toxinas presentes no organismo. E, ao contrário do que muitas pessoas acreditam, a água não fará com que você fique ainda mais inchada, mas será responsável por combater esse sintoma.

Para alcançar um efeito satisfatório, o ideal é beber, no mínimo, 2 litros de água mineral diariamente — esteja você realizando uma drenagem linfática no momento ou não. A sua saúde agradece!

5. A técnica ajuda a minimizar os sintomas da TPM

Verdade. Como falamos, esse procedimento estético é ideal para diminuir o inchaço — um dos principais sintomas da Tensão Pré-Menstrual (TPM). Além disso, por conta do seu efeito relaxante, o método consegue proporcionar excelentes benefícios para as mulheres que sofrem com aumento da irritação e ansiedade durante essa fase.

Viu só? São inúmeros os benefícios proporcionados pela drenagem linfática. Agora que você já conhece os principais mitos e verdades que envolvem o assunto, não se esqueça de procurar uma clínica estética de sua confiança. Com esse cuidado, você se sentirá mais segura para seguir o tratamento e garantirá resultados cada vez melhores.

Aproveite e confira o nosso outro artigo sobre O Miracle Touch: uma técnica de Renata França, que mistura massagem modeladora com drenagem linfática. Você vai adorar!

Laser ou luz pulsada: Qual tipo de depilação escolher?

Encontrar o melhor método para cumprir a remoção dos pelos é sempre um dilema na vida das pessoas. Além do método com a cera convencional, atualmente é possível encontrar diversos procedimentos que prometem a eliminação completa dos pelos.

Entre eles, o laser ou luz pulsada são os mais conhecidos. Entretanto, ambos trazem prós e contras que devem ser muito bem avaliados antes de escolher qual a melhor técnica para o seu caso.

Créditos: Getty Images

Se você está um pouco perdida e não sabe qual seria o mais adequado, veio ao lugar certo! Aproveite a leitura deste post para ter acesso a um guia definitivo sobre o assunto, o qual vai esclarecer muitas dúvidas e te ajudar a escolher de forma acertada. Confira a seguir!

Entenda mais sobre a depilação a laser

É comum que apareçam algumas dúvidas sobre a diferença entre a depilação a laser ou luz pulsada. O fato é que, embora ambos utilizem feixes de luz, há diferenças significativas entre os dois métodos.

O procedimento a laser consiste na liberação de um foco de luz monocromática. Ele é bem mais intenso e direcionado. Dessa forma, por atingir camadas mais profundas da pele, acaba sendo um pouco mais agressivo.

O feixe de luz é atraído pela melanina da pele e atua destruindo o folículo piloso. Dessa forma, uma vez destruído, o pelo não volta a crescer. Por esse motivo o laser não é muito indicado para as pessoas de pele negra ou com pelos muito claros.

No primeiro caso, podem acontecer queimaduras na pele; e no segundo caso, como o pelo não é muito pigmentado, a eficácia acaba sendo prejudicada.

Conheça a depilação com luz pulsada

Já no caso da luz pulsada, são emitidos flashes de luz policromáticas, que são orientados e regulados de acordo com o tipo de pelo e pele. Isso é positivo, visto que é possível alcançar variações de intensidade da luz para beneficiar pessoas com peles mais sensíveis.

Ao contrário dos tratamentos à laser, a luz pulsada trata regiões afetadas por desordens de melanina. Assim, além dos pelos, ela ajuda a cuidar pequenas varizes, problemas de colágeno e redução de poros e rugas, sardas e melasmas.

A luz pulsada não agride tanto as camadas mais profundas da pele e consegue enviar apenas o calor necessário para a destruição dos pelos. Porém, exatamente por esse motivo é necessário que você realize um número um pouco maior de sessões a fim de alcançar um efeito mais duradouro, devendo ser realizada apenas uma sessão por mês para cada área.

Ela funciona enfraquecendo o pelo até que ele simplesmente deixe de crescer; ao contrário do laser, que destrói o folículo piloso.

Aprenda quais são os equipamentos de laser ou luz pulsada mais conhecidos no mercado

Conhecer sobre os diferentes aparelhos de fotodepilação disponíveis no mercado pode ajudar você a decidir qual o melhor método e a entender se a clínica escolhida oferece a melhor tecnologia para o seu caso.

Não importa se você quer fazer depilação a laser ou luz pulsada. O equipamento certo faz toda a diferença!

No que se refere ao laser, o aparelho mais conhecido é o light sheer. Ele é considerado um dos melhores equipamentos do mundo e remove os pelos com eficiência. É bastante seguro e normalmente pode ser utilizado em qualquer tipo de pele.

Se você escolher o tratamento com luz pulsada pode se beneficiar com vários aparelhos. Os mais conhecidos no mercado são AscuaIPL, Lyra e Bioflash. Além da depilação, eles podem ser usados para o tratamento de acne, manchas e procedimentos de fotorrejuvenecimento, por exemplo.

Conheça as vantagens de cada método

Seja com laser ou luz pulsada, o resultado é a eliminação progressiva e duradoura dos pelos. O método que você vai escolher depende das características da sua pele e também dos seus objetivos. Entenda mais a seguir!

Quanto à eficácia dos métodos

Nesse quesito, vale apontar que o laser é mais eficaz, já que os feixes de luz alcançam uma profundidade maior. Por isso, você vai precisar de menos sessões para a obtenção de um resultado duradouro.

A luz pulsada trabalha enfraquecendo os pelos até que eles parem de crescer e, por esse motivo, demanda um número maior de sessões. Mas geralmente o valor por sessão é mais acessível.

No que se refere às dores

Por ser um procedimento mais agressivo, o laser acaba doendo um pouco mais. Por isso, quem tem muita sensibilidade à dor, deve optar pela luz pulsada.

Conforme as indicações das técnicas

Isso vai depender do seu tipo de pele e tonalidade dos pelos. Portanto, é fundamental fazer uma avaliação. Geralmente as pessoas de pele negra ou com fios muito claros exigem cuidados especiais.

Como o laser é mais agressivo e é atraído pelos pigmentos escuros, pode ser que haja queimaduras em mulheres de pele escura. Nessas circunstâncias, a luz pulsada costuma ser a mais indicada.

Da mesma maneira, quando os fios são mais claros, o laser não é muito eficaz, já que atua de maneira mais superficial onde o pelo não faz muito contraste e não absorve a luz. Por isso, em alguns casos, a luz pulsada pode ser mais apropriada.

No que diz respeito aos preços

Por ser mais simples, a depilação com luz pulsada costuma ser bem mais barata. No entanto, são necessárias mais sessões. Dessa maneira, o custo-benefício vai depender da área a ser depilada.

Escolher entre laser ou luz pulsada vai depender de uma avaliação por parte do profissional da sua confiança. Contudo, se você estiver liberada para os dois métodos, basta considerar qual deles é o melhor para você.

O laser é um pouco mais caro e traz mais dores ou desconforto, só que ao mesmo tempo é bem mais rápido e eficaz. Já a luz pulsada consiste em um procedimento mais em conta e menos dolorido, mas demanda um número maior de sessões para a obtenção dos resultados pretendidos.

Em todo caso, vale ressaltar que ambas as técnicas ajudam no tratamento de foliculites e no clareamento da região das axilas. No Mais Bonita por Menos, você encontra os melhores procedimentos estéticos pelos menores preços para deixá-la mais bonita e feliz.

E então, gostou das dicas do texto? Confira a nossa seleção das melhores clínicas para depilação a laser e depilação por luz pulsada, com descontos válidos somente pelo site e aplicativo!