Arquivo do Autor: admin

E-book Depilação: qual é o melhor método?

Clique na imagem para baixar o e-book (gratuito) sobre os métodos de depilação.

Cera, linha, creme depilatório, luz pulsada ou laser? Descubra as vantagens e desvantagens dos métodos de depilação mais comuns. Dessa forma, você acerta na sua compra.

No site e app do Mais Bonita, você encontra os melhores tratamentos corporais, executados por profissionais habilitados, aparelhos aprovados pela ANVISA e total segurança!

Veja todas as nossas promoções de depilação em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Canoas.

Como funciona a Criolipólise, tecnologia descoberta por Harvard para redução de Gordura

 

Nem sempre nos damos conta do quão tecnológico os procedimentos estéticos têm se tornado com o passar dos tempos. Um bom exemplo desse avanço é a criolipólise, uma estratégia que veio para ficar.

Trata-se de uma técnica que utiliza baixas temperaturas para nos livrar de gordurinhas indesejadas em regiões localizadas. Por isso, ela se tornou queridinha daqueles que buscam um corpo esculpido, mas que estão cansados de procedimentos ineficazes e, por vezes, até mesmo dolorosos.

Você já deve ter visto em nosso aplicativo anúncios do procedimento, que já ganhou muitas adeptas e é um sucesso. No entanto, pouco se fala sobre a história desse tratamento. Neste post, vamos abordar tudo o que precisa saber sobre a criolipólise. Confira!

Fonte: GettyImages – criolipólise

O que é a criolipólise?

Antes de explicarmos o que é esse procedimento, que tal conferirmos um pouquinho sobre a sua criação e origem? Em seguida, explicaremos como ele funciona e quais são os seus benefícios. Vamos lá?

A criolipólise foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos EUA, e usa baixas temperaturas para acabar com a gordura localizada. Isso acontece por meio de um aparelho próprio que é colocado na superfície da pele, fazendo as células congelarem a temperaturas negativas para serem destruídas.

Esse tipo de técnica, inclusive, também é aplicado na medicina humana e, até mesmo, veterinária para o tratamento de lesões e muitos outros problemas. Por isso, é um procedimento altamente seguro.

A proprietária da Clínica de Estética Oligoslim Ipanema, Maria Luíza Ciampi, explica que, em contato com a baixa temperatura, as células de gordura — chamadas de adipócitos — rompem-se totalmente. Em consequência, o corpo entende que elas não fazem mais parte do organismo e as expele de forma natural.

O tratamento é um verdadeiro sucesso há anos, sendo popularmente conhecido como “a nova lipoaspiração”. Mas diferentemente da lipo, a criolipólise não é um procedimento cirúrgico. Além disso, é praticamente indolor. A sua sensação, para pessoas mais sensíveis, é a mesma de um leve beliscão, que passa rapidinho. Incrível, não é mesmo?

Quais são os tipos de criolipólise?

De modo geral, podemos dizer que há quatro tipos diferentes de criolipólise. A seguir, falaremos brevemente sobre cada um deles.

Criolipólise convencional

Esse é o tipo mais básico. Com o procedimento, a gordura é eliminada a partir do resfriamento da região, que faz com que as células se autodestruam por conta das baixas temperaturas. Suas proteínas desnaturam e elas deixam de ser “funcionais”.

Criolipólise de contraste

Na criolipólise de contraste, o procedimento funciona mais ou menos da mesma maneira, mas com uma pequena diferença: são alternados períodos de aquecimento da região com os de resfriamento. A ideia é potencializar ainda mais a destruição dessas células e garantir resultados mais eficazes e rápidos.

Criolipólise de reperfusão

Nesse tipo, o período de aquecimento ocorre apenas ao final do procedimento. Essa técnica tem como objetivo aumentar a recuperação dos tecidos após o resfriamento contínuo da região atingida pelas baixas temperaturas.

Criolipólise de preparo

Por fim, temos a criolipólise de preparo, que é exatamente o oposto da anterior. Aqui, o aquecimento é feito antes de todo o procedimento com o objetivo de preparar os tecidos para o que está por vir e tornar a técnica mais eficiente.

A criolipólise ideal para você dependerá de uma série de fatores. Por isso, converse sempre com o profissional responsável por realizar o procedimento e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Como esse procedimento funciona?

A criolipólise é feita com a ajuda de um aparelho específico cujos aplicadores ajustam-se perfeitamente às diferentes áreas do corpo. “Para a região da barriga, por exemplo, existe uma ponteira grande, já para as costas e pneuzinhos laterais utiliza-se a ponteira menor”, explica Maria Luíza.

A ponteira do aparelho realiza um poderoso vácuo que promove a sucção da pele e da porção de gordura localizada. Ao mesmo tempo, o resfriamento intenso e controlado age danificando seletivamente as células adiposas, que são mais sensíveis ao frio, sem causar qualquer dano a nervos, músculos e outras estruturas próximas.

A eliminação das estruturas dos adipócitos destruídas é feita pelo sistema imune, e a gordura no interior das células é conduzida ao fígado pelo sistema linfático para sua metabolização. Não há perigo de sobrecarga no órgão, já que a quantidade diária de gordura a ser metabolizada é pequena.

Quando a criolipólise é indicada?

A criolipólise não é um tratamento para quem está muito acima do peso ou em casos de obesidade. O procedimento é uma opção para homens e mulheres com gordura localizada em algumas regiões corporais, o famoso “pneuzinho”, incapaz de ser eliminado só com dieta e exercícios físicos.

Por conta disso, é preciso saber bem o que está sendo procurado na hora de recorrer a esse tipo de procedimento. O ideal é que o paciente passe por uma dieta com a realização de exercícios físicos para perder peso antes de investir na criolipólise.

Não há necessidade de nenhum exame laboratorial prévio para realização da técnica, contudo, é imprescindível uma avaliação na clínica escolhida para saber se criolipólise realmente é indicada.

Há contraindicações para a sua realização?

Como todo tipo de procedimento, há algumas condições que impossibilitam a realização da criolipólise. A primeira é o excesso de peso, já que essa não é uma técnica que visa o emagrecimento. Logo, a quantidade de tecido adiposo pode prejudicar o resultado final do procedimento.

No entanto, isso não é tudo. Algumas condições que impedem a criolipólise são:

  • sensibilidade extrema ao frio;
  • presença de problemas de pele na região;
  • hérnias;
  • infecções variadas.

Além disso, gestantes e pessoas que sofreram intervenções cirúrgicas nos últimos meses não podem, pelo menos temporariamente, fazer sessões de criolipólise. Na dúvida, converse com um profissional para receber a melhor orientação.

foto: banco de imagens 123RF

Quais são os cuidados necessários após o procedimento?

Para garantir que os resultados obtidos sejam realmente satisfatórios, precisamos atentar também para os cuidados que sucedem a realização do procedimento. A seguir, veja alguns deles!

  • tome cuidado com a exposição ao sol;
  • evite atividades físicas por, pelo menos, dois dias após a criolipólise;
  • aumente a ingestão de líquidos durante a primeira semana;
  • evite as bebidas alcoólicas;
  • não coma alimentos pesados nos primeiros dias.

Além disso, é importante ressaltar que um certo inchaço na região é bastante comum e, até mesmo, esperado. No entanto, se o sintoma persistir por mais de algumas semanas ou se tornar muito acentuado, é fundamental que procurar o profissional responsável para que uma avaliação seja feita.

Quão cedo poderei ver os resultados e o que devo esperar?

Quando realizamos algum tipo de procedimento estético, o que queremos é que os resultados sejam vistos logo que saímos do consultório ou da sala de atendimento, não é mesmo? No entanto, a paciência é algo fundamental para quem está buscando a redução das medidas e das gordurinhas com a criolipólise.

A criolipólise pode ser feita em qualquer estação, inclusive no verão. Mas se a ideia é que os resultados sejam notados no período mais quente do ano, o ideal é se programar antes. O resultado completo leva até 90 dias para aparecer, embora seus benefícios são sentidos uma semana após a realização do tratamento.

Por isso, é fundamental escolher uma boa clínica e um profissional devidamente qualificado para uma avaliação prévia de suas reais necessidades e a realização do procedimento. Ele poderá determinar, por exemplo, o número de sessões necessárias para que os resultados almejados sejam obtidos e tirará suas principais dúvidas sobre o assunto.

Como escolher a melhor clínica para fazer o tratamento?

Já que estamos falando sobre a escolha de um bom estabelecimento a fim de realizar as sessões de criolipólise de modo seguro e eficaz para a obtenção de resultados realmente satisfatórios, que tal conversamos sobre algumas dicas para acertar ao tomar essa decisão?

Muitos lugares oferecem esse tipo de serviço, por isso, é bastante comum que nos sintamos um pouco confusos sobre como escolher a melhor opção. A primeira orientação que podemos dar é: pesquise bastante. Assim, você descobrirá qual clínica é a ideal para realizar o procedimento.

Alguns pontos que merecem atenção são, por exemplo, o tempo de mercado e a reputação da empresa. Se possível, faça uma visita e observe pontos como a infraestrutura do ambiente, a higienização do local, o atendimento oferecido ao cliente e a preocupação da equipe em tirar todas as suas dúvidas.

Por fim, outra boa maneira de garantir uma escolha acertada é buscar a opinião dos demais frequentadores das clínicas entre as quais você precisa se decidir. Na internet, é possível ter acesso a reclamações e elogios, especialmente nas redes sociais de cada estabelecimento.

Agora que você já sabe o que a criolipólise, como ela funciona e conhece todos os detalhes sobre esse procedimento revolucionário para a beleza e a autoestima, o que está esperando para recorrer à técnica? Agende o quanto antes uma visita com um profissional especializado e livre-se das gordurinhas indesejadas o quanto antes.

Experimente Criolipólise, clique aqui e veja nossas promoções de criolipólise no Rio de Janeiro, Porto Alegre, São Paulo – preços válidos para compra somente pelo site / app do Mais Bonita. 

Bioestimulador de Colágeno Sculptra: Como Funciona!

O queridinho Sculptra® chegou para ficar. O mais famoso bioestimulador de colágeno é a nova tendência para o tratamento da flacidez, tanto facial quanto corporal.

Créditos foto: 123RF e divulgação site fabricante Sculptra

Como o Sculptra® funciona?

O Sculptra® é composto de ácido poli-L-láctico, um produto biocompatível e biodegradável, o que torna o procedimento bastante seguro. Por meio de pequenas injeções do bioestimulador na região desejada, o nosso próprio corpo inicia um processo de produção de colágeno. O efeito é gradual. Ao longo de alguns meses podemos observar um aumento de até 400% do colágeno do local tratado, com efeitos expressivos sobre a melhora da consistência e da firmeza da pele.

Quais regiões podem ser tratadas com o Sculptra®?

Praticamente todas! No rosto podemos tratar com segurança a região do terço médio e inferior, apresentando excelentes resultados para redução da flacidez cutânea. O tratamento tem potencial para recuperar os contornos faciais, corrigindo sulcos e rugas, o que deixa o rosto com aspecto naturalmente rejuvenescido.

Quanto ao corpo, é possível devolver o tônus para diversas regiões. Os locais mais comuns de tratamento são o pescoço, colo, abdômen, braços, coxas e glúteos. Utilizando o Sculptra®, conseguimos amenizar a flacidez decorrente de processos de emagrecimento, pós-parto ou pelo próprio envelhecimento da pele. Com o produto é possível tratar enrugamento, ondulações de pele e até mesmo amenizar celulites.

Quanto tempo o Sculptra® leva para fazer efeito? Qual o intervalo entre as sessões?

O lifting proporcionado com a aplicação do Sculptra® é melhor visualizado dois meses após a sua aplicação. Quando houver indicação de mais de uma sessão, a segunda deve ser realizada entre 30 e 60 dias após a primeira. Lembrando que cada caso deve ser analisado individualmente.

Quais cuidados são necessários após o procedimento com o Sculptra®?

É importante massagens no local com uso de hidratante já habitual duas vezes ao dia durante uma semana. Se houver algum hematoma, deve-se evitar a exposição solar até que as áreas arroxeadas sumam, para não haver formação de manchas. As atividades de trabalho podem ser retomadas logo após a aplicação do produto, não sendo necessário repouso.

Quanto tempo dura o Sculptra®?

O Sculptra® permanece no organismo por até 24 meses. Porém, mesmo após a absorção do produto na área aplicada, os efeitos que ele desencadeou persistem. O segredo é realizar manutenções periódicas para manter o seu resultado.

Sculptra® em Porto Alegre. Como faço para agendar uma avaliação?

A nossa colunista dermatologista Dra. Fairuz Helena pode atender você. Ligue e faça seu agendamento. Para mais conteúdo sobre o mundo da beleza, siga a Dra. Fairuz no Insta e acesse o blog.

(51) 3414.2770 – 3307.2770 – 98692.6697
Rua Mariante, 180 – Sala 304 | Bairro Moinhos de Vento – Porto Alegre/RS

Como fazer escova no cabelo sozinha: Passo a passo

Quer criar um penteado que parece que você acabou de sair do salão? É possível, se você tiver o know-how.

Cliente: Camila Sperb / Foto: Kellen Mizerski

Quando você seca seu cabelo, parece que leva uma eternidade? E quando seu cabelo está finalmente seco, parece estar faltando um pouco de movimento? Não se preocupe, aqui você encontra um passo a passo para nunca mais cometer os erros que estão te impedindo de ter o efeito escovado perfeito.

Passo 1: Você está lavando seu cabelo do jeito certo?
O primeiro passo para fazer escova no cabelo sozinha é realizar um excelente lavado.
“A primeira coisa que ensinamos aos aprendizes no salão é como lavar o cabelo corretamente”, diz Roque Martins – Hairstylist do espaço Id Kely Bavaresco. “É super importante!” É fundamental que o cabelo esteja realmente molhado e que você use não apenas o produto correto para o momento que seu cabelo está vivendo (a estação do ano também determina que produto você deveria estar aplicando nos seus fios, viu?) mas também, certificar-se de que você está usando produto suficiente para obter uma boa espuma em toda a cabeça. Ao lavar, nunca esfregue o cabelo com as palmas das mãos ou as unhas (como se estivesse coçando a cabeça) esfregue sempre com a ponta dos dedos pelo couro cabeludo e vá massageando o xampu com uma boa pressão. Você pode usar um ritmo um pouco mais rápido do que se estivesse massageando, e lembre-se de cobrir todo o couro cabeludo. Lavar o cabelo é uma questão de limpar o couro cabeludo! Ao realmente remover toda a sujeira e o acúmulo de produtos, você permite que o couro cabeludo volte a respirar.

Por isso, pode ser que você queira repetir esse processo duas ou três vezes dependendo das características ou necessidade do seu cabelo. Enxague uma segunda vez e aplique agora o seu condicionador. Tente não aplicar na raiz, porque o nosso organismo já produz óleo suficiente para hidratar a raiz dos nossos cabelos – principalmente após o uso do shampoo. Adicionando mais o condicionador, ao invés de hidratar, obtemos um efeito oleoso. Condicione do meio até o final do comprimento e depois enxágue.

Passo 2: Tenha em mãos um ótimo secador de cabelos e aprenda a pré-secar da
maneira certa!

Aqui um erro bem comum que muitas mulheres cometem: Depois de sair do banho, deixar os cabelos na toalha por uns 30 minutos – o que é péssimo para a saúde dos seus cabelos! Quando molhado, o cabelo está em seu estado mais vulnerável, e uma toalha de algodão pode causar atrito e danificar os fios até o ponto em que o cabelo se rompe. Então, permitir que ele seque ao ar, é sempre a opção mais saudável, ainda mais se você for loira (veremos mais sobre isso abaixo). Investir em um secador de boa qualidade é importante, especialmente se você tem muito cabelo ou se costuma secá-lo com frequência. Outro detalhe importante aqui é saber secar o seu cabelo de acordo com a sua textura. – Cabelos mais finos podem secar um pouco mais ao ar, cerca de 80% com o uso de secador, enquanto os cabelos mais grosso, muito crespos ou ondulados devem estar apenas 50% secos antes de começar a fazer escova no cabelo sozinha. Se você secar demais, ele vai ficar com aquele efeito de frizz indesejado. Se você é loira, a dica aqui é deixar o seu cabelo secar naturalmente até uns 70% para depois puxar com escova e secador, isso devido às pontes de sulfeto que se rompem ao molhar.

Passo 3: Não se esqueça de borrifar um bom defrizzante ou protetor térmico no meio do comprimento até as pontas.

Usar o produto certo ‘pré-blowout’ vai impedir seus fios de quebrarem e fazer a escova durar mais tempo.

Passo 4: Divida seu cabelo em mechas não muito grossas.
Muitas mulheres cometem o erro de começar pela parte de trás do cabelo e quando chegam no topo e na linha do meio do cabelo, ele já está seco, tornando bem mais difícil conseguir alisá-lo. O melhor é começar nas têmporas, na linha do cabelo e na coroa e depois voltar para a nuca. Dessa forma, você aborda as partes mais visíveis primeiro. Então, divida o topo da cabeça, depois as laterais sempre passando por de trás das orelhas e, por último, a parte de traz que dá pra dividir em duas partes.

Cliente: Mari Belmonte / Foto: Kellen Mizerski

Passo 5: Comece a secar da raiz para as pontas.
Quando começar a escova, trabalhe mecha por mecha para que a raiz não fique marcada. Inicie pela raiz, alisando bem. Depois passe para a metade do comprimento para dar brilho ao cabelo e, por último, tente modelar as pontas. Seguindo os três passos, você terá uma escova linda e com movimento. A forma como você direciona o secador influencia (e muito) no resultado final. O bico do secador precisa ser posicionado na diagonal e o jato de ar tem de seguir de cima para baixo (ou da raiz para as pontas). Assim, as escamas dos fios se fecham evitando aquele efeito arrepiado. Outra dica aqui é dar uma atenção extra à sua raiz quando estiver escovando sozinha seu cabelo.

Existe isso da “melhor escova para fazer escova”?

Realmente não faz sentido gastar uma fortuna em produtos e secador de cabelo, se você não tiver uma boa escova. Na verdade existem sim algumas escovas melhores que outras mas isso depende muito do comprimento, textura e objetivo de acabamento. Por isso, o ideal é pedir uma dica ao seu cabeleireiro de confiança do melhor tipo de escova para o seu cabelo – e melhor: para o efeito de escova que você deseja obter seja super liso, escova modelada, escova virada para fora, escova com efeito ondulado ou outro efeito.

Cliente: Helen Stalker / Foto: Kellen Mizerski

Passo 6: O toque final, a finalização.

O último passo (mas não menos importante), quando você for fazer escova no cabelo
sozinha, é a finalização.

Não basta apenas fazer escova, trabalhar mecha por mecha, moldar os cachos, prender o cabelo com grampos e achar que está tudo resolvido. Não mesmo! É necessário atentar para o último passo que envolve os tão falados (mas pouco utilizados) os finalizadores em sua versão mousse, spray fixador, gel ou pomada. De novo, aqui você pode pedir uma dica para o seu especialista em cabelos favorito para que ele te direcione ao melhor finalizador para o seu tipo de cabelo, ocasião e nível de movimento que você prefere. Evite aqueles que contêm silicone na fórmula, principalmente se você tiver tendência à oleosidade.

Uma dica é terminar a escova com um jato de ar frio para diminuir um pouco do frizz após a secagem com jato de ar quente. Mulheres com fios cacheados, que querem um efeito super liso por um dia, melhor confiarem no toque final dado pela chapinha para garantir o penteado por mais tempo – mas tente usar com moderação senão, o que é para ser um aliado, se torna um inimigo bem rapidinho no quesito saúde dos fios.

E, se você quiser ir além da escova, e criar você mesma um penteado que parece que
você acabou de sair do salão, faça o Curso de Penteados ministrado por Roque Martins
Hairstylist no espaço Id Kely Bavaresco.

Cliente: Mari Belmonte / Foto: Kellen Mizerski

No Curso de Auto Penteado ministrado no Id Kely Bavaresco pelo Stylist Roque Martins
você vai dominar a arte de modelar seu cabelo do jeito certo.

No curso, você vai aprender:

– Criar você mesma penteados rápidos para algumas ocasiões
– Um overview das principais tendências, produtos e ferramentas de finalização
– Melhorar suas habilidades com trança, babyliss ou accessorising
– Aprender a obter um acabamento perfeito de longa duração

Link para consultas e agendamentos: bit.ly/AgendeSeuHorarioid

Por Roque Martins, Hairstylist no espaço Id Kely Bavaresco.

Striort: Reduza em até 80% Estrias Brancas com Técnica Ortomolecular

Com o objetivo de reduzir em grande escala as estrias brancas e vermelhas, um dos tratamentos que vem chamando a atenção com seus resultados é o Striort. O procedimento melhora o aspecto da estria, diminui o seu tamanho e a textura da região através de estimulação local.

A estria nada mais é do que o rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele, formada por colágeno e elastina. O procedimento promete reduzir a aparência das estrias, tanto vermelhas quanto brancas.  As vermelhas são mais fáceis de tratar, pois são consideradas “estrias novas”, em que há ainda a circulação de sangue, porém isso não impede de tratar as brancas, constituídas pela interrupção sanguínea.

O Striort constitui em uma técnica que promete eliminar em até 80% as estrias na primeira sessão. O aparelho a vácuo, baseado no Método Ortomolecular (tratamento que defende o uso de minerais e vitaminas, como sumplementos, loções corporais e cremes), é aplicado na pele e traz o sangue para a superfície, estimulando a passagem da corrente sanguínea para a região, tornando as estrias tratáveis. Seu primeiro aspecto após a sucção é de aparência vermelha, como se fossem “feridas”, mas some cerca de 10 dias após a primeira sessão.

E os cuidados se estendem para dentro de casa, o que é chamado de tratamento Home Care. Nesta etapa, o especialista recomenda o uso de um sabonete de argila preta, cremes com princípio ativo de Dexpanteno e loção rejuvenescedora. Juntos, os produtos vão ajudar na regeneração e a manter a pele macia e hidratada, mas os itens variam conforme o esteticista. Além do tratamento corporal, é necessário não ingerir alimentos que estimulam a produção de colágeno e não expor a pele ao sol durante 15 dias após a sessão.

Fonte: site Striort

Fonte: site Striort

Fonte: site Striort

Leia mais sobre o Striort na matéria da Vogue.

Confira nossas promoções de Striort em Porto Alegre e Rio de Janeiro  a partir de R$ 399 em até 6 x sem juros.

Miracle Touch de Renata França, Mistura de Massagem Modeladora e Drenagem Linfática e ganha cada vez mais fãs!

Queridinha de celebridades, o Miracle Touch anda conquistando cada vez mais adeptas. Criado pela esteticista Renata França, o procedimento desincha e modela o corpo, deixando a silhueta mais delineada. A técnica pode ser aplicada na cintura, perna, braços e até no rosto. Além disso, ainda tem a vantagem de ser um método completamente indolor e não invasivo.

agência epohke, miracle touch, tratamentos estéticos

Getty Images

Segundo reportagem da Glamour, o resultado é percebido logo depois das primeiras manobras (são 20 no total) que funcionam como uma espécie de lipoescultura manual imediata – uma massagem detox. “Foram anos trabalhando em um spa francês, até que juntei as técnicas da modeladora e da drenagem linfática de uma forma única”, conta Renata. Os resultados? Pele uniforme, músculos mais definidos e pneuzinhos laterais pro espaço. No geral, a aparência mais sequinha pode durar de 2 até 3 dias.

Fonte: site Spa Renata França

A única contraindicação para realizar a Miracle Touch é para pacientes que estejam com febre ou câncer. A recomendação para manter o shape sempre em dia é de 2 sessões por semana. Com fãs como Bruna Marquezine, Sabrina Sato e Gabriela Pugliesi, não demorou muito para que essa mistura de drenagem linfática e massagem modeladora se espalhasse por todo o Brasil. As comparações de antes e depois são impressionantes, e não deixam dúvidas sobre a eficiência do método.

Fonte: Glamour

Veja também episódio do Canal da Vogue que mostra técnicas para realizar em si mesma, a auto miracle: vale a tentativa!

Fonte: Canal da Vogue

Renata França é um fenômeno impressionante! Seus cursos lotam e o aumento pela procura não pára de crescer! Veja aqui a agenda de cursos em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e até Lisboa!

Renata estudou a fundo todas as técnicas de massoterapia e manobras manuais, anatomia e muita, mas muita experiência! De aluna do SENAC, tornou-se uma das referências mundiais sobre o assunto. Suas pupilas formadas pelo curso são muitas e estão em diversos países! Leia a história completa de Renata – uma jornada muito bonita! – neste artigo do Women’s Health.

Impossível não querer experimentar! E o melhor: no Mais Bonita tem! Confira Miracle Touch e Drenagem Linfática Método Renata França em até 6 x sem juros.