Piranha que fez sucesso nos anos 80 e 90 está de volta – e é tendência!

Acessório fez seu come back numa das mais importantes fashion weeks do mundo

agência epohke, piranha, cabelo, plástico, anos 90

Alexander Wang (Reprodução/Harper’s Bazaar)

Quem não lembra da clássica piranha grande de plástico, que era usada para prender o cabelo e estava presente em qualquer ocasião? Pois por mais polêmica que seja, ela está de volta. E o retorno foi em grande estilo: na Semana de Moda de Nova York. O responsável por relançar a tendência foi Guido Palau, o hairstylist que assinou a beleza do desfile de Alexander Wang.

Palau apostou em elementos futuristas para fazer o mix com o acessório que por muitos já é considerado vintage. “É uma maneira cool de prender seu cabelo e não ficar careta demais. Amo o jeito como coisas que eram consideradas meio fora de moda podem ser reinterpretadas novamente”, explicou ele sobre o visual. Sem dúvidas o look chamou a atenção, especialmente por chegar em 2018 numa versão mais alinhada, com o penteado para trás e muito gel, o que resultou num efeito molhado.

agência epohke, piranha, cabelo, plástico, anos 90

Piranha Alexander Wang (Foto: Zoe Ruffner)

Se você curtiu a tendência, já é possível garantir a piranha com a assinatura de Alexander Wang. O item já está à venda nas lojas do estilista junto com sua coleção de inverno 2018. Com certeza o enfeite de grife, por mais banal que seja, não é para qualquer um!

Enquanto isso, outras labels também apostaram no acessório de cabelo vindo diretamente dos anos 90. A Prabal Gurung desfilou no seu outono/inverno 2018 a famosa tiara dentada, que 10 entre 10 meninas ostentavam há duas décadas atrás. Dessa vez foi o visual foi para compor um look elegante, com direito a coque e fios no lugar. Resultado interessante, não é mesmo?

agência epohke, piranha, cabelo, plástico, anos 90

Prabal Gurung

Sem dúvidas, o plástico está mais poderoso do que nunca! Com tantas tendências que já voltaram, não é espanto nenhum esse tipo de acessório estar de volta. Você arriscaria?