Conheça sete técnicas para ficar com os cílios longos e bonitos!

Olhos destacados fazem toda a diferença em uma maquiagem bem feita, não é mesmo? Por isso, com o passar do tempo, foram surgindo diversas maneiras de alongar os cílios, que são os protagonistas de um olhar marcante. O consultor de moda e beleza Alexandre Krizek, do Instituto Krizek, de São Paulo, afirma que um make não fica completo caso os olhos não estejam caprichados. Sendo assim, conheça sete técnicas de alongamento de cílios que te ajudarão a ter o olhar tão desejado, e saiba quais as recomendações para cada uma delas!

agência epohke, cílios, cílios longos, alongamento de cílios, técnicas

Imagem: Pinterest

Cílios postiços:
Alexandre Krizek explica que existem dois tipos de cílios postiços: o que é aplicado em toda a curvatura da pálpebra e o que é vendido em tufos. Segundo o profissional, este último não aparenta tanta artificialidade, mas pode dar mais trabalho na aplicação. Em ambos os casos, usa-se uma cola especial que pode ser preta ou transparente para aplicar o acessório. Ele deve ser removido junto com o resto da maquiagem na hora da limpeza, se possível, com um demaquilante especial para a área dos olhos. Depois de tirar os cílios, é recomendado jogá-los fora.

Máscara para cílios:
Segundo a maquiadora Juliana Rakoza, do Studio W, essa opção de máscara que promove o alongamento costuma ser mais dura e reta. Já a que proporciona mais volume tende a ser mais redondinha e com as cerdas bagunçadas. O segredo é começar aplicando o produto nos cílios inferiores de cima para baixo, e após repetir o procedimento nos cílios superiores, de baixo para cima. A cor é questão de gosto, entretanto a máscara incolor não costuma ajudar a alongar os fios, apenas a dar forma às sobrancelhas. Juliana alerta ainda que o excesso da máscara não deve ser devolvido na borda da embalagem do produto, pois, com o tempo, esse acúmulo fica seco e pode deixar bolinhas nos cílios.

Alongamento fio a fio:
Essa técnica leva cerca de uma hora e meia para ter resultado e possui duração de até três meses. Funciona da seguinte maneira: com o auxílio de uma cola especial, o profissional vai colando pelo por pelo na raiz, aumentando o comprimento e o volume dos cílios. Segundo a esteticista Margareth Kanashiro, de São Paulo, o uso de demaquilantes e máscaras não é recomendado após o alongamento, pois enfraquecem a cola. Para prolongar a duração do procedimento, o ideal é fazer manutenções mensais, colando pelos apenas em áreas que sejam mais desfalcadas.

Curvex:
Este é um aparelho de metal e borracha que pressiona os cílios, fazendo com que fiquem curvados e aparentem maior comprimento. Mas o efeito do curvex pode ser rebote: o aparelho pode quebrar os cílios, encurtando os fios e reduzindo o volume. “Se a borracha estiver seca, se os pelos forem pouco resistentes ou se a pessoa não souber usar o equipamento, eles podem ser arrancados ou quebrados”, afirma o consultor de beleza Alexandre. O efeito dura apenas algumas horas e, por isso, muitas mulheres andam com o aparelho na bolsa. Mas, vale ressaltar que seu uso excessivo, isso quer dizer mais de três vezes ao dia, favorece a quebra dos fios. Para usá-lo, basta pressionar os cílios por alguns segundos com o aparelho fixado rente à raiz. Somente depois disso é recomendado aplicar a máscara, caprichando no número de camadas para garantir o alongamento.

Alongamento com gel:
Algumas marcas de cosméticos oferecem um produto similar a um gel que alonga os cílios. Em geral, devem ser aplicados duas vezes ao dia e, algumas semanas depois, seus pelos estão naturalmente mais longos. De acordo com o consultor de beleza Alexandre, eles contêm vitaminas que auxiliam no crescimento dos pelos. A desvantagem dessa técnica: os géis podem causar reações alérgicas em algumas pessoas. Por isso, a qualquer alteração dos cílios ou das pálpebras, é indicado ir a um dermatologista.

Permanente:
O permanente de cílios é indicado para quem possui pelos muito retos, que dão a impressão de serem menores no comprimento. A técnica consiste em usar um bob bem pequeno rente à raiz dos cílios. Em seguida, curva-se os pelos e aplica-se uma cola especial para que fiquem grudados no bob. Cerca de uma hora depois, o produto pode ser retirado. “O permanente dura até três meses e permite o uso de máscara e demaquilante”, diz a esteticista Margareth.

Pó facial na raiz dos cílios:
Há quem utilize o pó facial para alongar os cílios, porém, é preciso muito cuidado com o uso de técnicas caseiras como essa. “Usar qualquer outro produto que não seja feito especificamente para a área dos olhos nessa região pode ser perigoso, gerando irritação, alergia e até problemas mais graves”, alerta o consultor de beleza Alexandre.

Fonte: Minha Vida