Fitness Mais recentes

Conheça o Funcional Barré, exercício que promete queimar calorias misturando técnicas de ballet, Pilates e funcional

6 de setembro de 2016

A vida nem sempre é fácil para quem precisa se exercitar, mas não pode pensar na ideia de frequentar uma academia. Para a sorte dessas pessoas, atualmente existem várias formas de manter o corpo em dia que não envolvem puxar ferro. A mais recente delas atende pelo nome de Funcional Barré, e foi desenvolvida pela bailarina Viviane Monteiro.

agência epohke, funcional barré, exercícios

Divulgação

Em entrevista para a Revista Fit, Viviane conta que a modalidade foi criada há três anos em sua escola de ballet localizada em Aphaville (SP). “Misturei movimentos do Pilates, com funcionais na barra e uma pitada de ballet para dar delicadeza aos movimentos. Algumas vezes também uso nas aulas acessórios como bola, elástico e halteres”, explica Vivi. Como não tem impacto, qualquer pessoa pode praticar os exercícios, que também podem ser adaptados caso o aluno tenha alguma limitação.

O Funcional Barré, diferente do ballet fitness, leva em consideração os movimentos naturais que o corpo executa no dia a dia. Esse trabalho faz com que os músculos trabalhem em grupos, e não de maneira isolada. Nessa atividade, o aluno utiliza o peso do próprio corpo, podendo realizar variações com acessórios e materiais leves.

agência epohke, funcional barré, exercícios

Divulgação

Os benefícios da junção dessas três modalidades (Pilates, funcional e ballet), traz inúmeros benefícios aos praticantes, entre os quais podemos citar: perda de peso, definição muscular, alongamento, flexibilidade e equilíbrio.

A professora revela que a aula é capaz de queimar até 500 calorias em uma hora, além de trabalhar o corpo todo. “Mas também dá para criar sequências focadas nas partes que causam mais preocupações nas mulheres, como bumbum, coxas, pernas e abdômen”, fala Vivi, que comenta ainda que a aula ajuda a dar uma postura mais bonita, além de afinar a cintura. “Isso porque é preciso manter o abdômen contraído o tempo todo”, explica. No vídeo abaixo a professora ensina algumas técnicas do Funcional Barré: