Beleza que vem dos metais: confira como funcionam os tratamentos estéticos que usam pedras preciosas

Já pensou em incluir pedras preciosas na sua rotina de beleza? Se nunca imaginou, talvez seja a hora de começar a pensar na ideia. A nova onda de muitas clinicas estéticas é unir o princípio ativo de materiais como ouro, opala, pérola e madrepérola com cosméticos, para promover diversos benefícios à pele.

agência epohke, pedras preciosas, tratamento estético

Reprodução/Gazeta do Povo

A dermatologista carioca Vanessa Metz oferece em sua clínica o tratamento com ouro e com madrepérola. Cada um com uma finalidade diferente. “A madrepérola regenera as células da pele, devolvendo os minerais que são perdidos no dia a dia da paciente”, ela explica em entrevista à ELLE. “Já o ouro traz a luminosidade do rosto de volta”. Segundo Vanessa, o tratamento não tem contraindicação, mas é mais procurado por aquelas que usam maquiagem em excesso e já percebem o dano de tal costume.

A aplicação é também um momento de relaxamento. Primeiro, a pele deve ser limpa com demaquilante e tonalizada. Depois, uma exfoliação é feita no rosto, que inclusive pode ser um peeling ou outro tratamento mais intenso. E, para finalizar, a máscara é aplicada e age por meia hora, seguida de uma massagem facial para garantir a absorção do produto. “As clientes adoram, é um momento super agradável”, Vanessa descreve.

Está pensando que tudo isso custa uma fortuna? Pode ficar calma, o preço da aplicação da máscara custa cerca de 300 reais, e dependendo da clínica e o tratamento pode continuar em casa. Não se pode negar que essa é ainda uma forma muito vantajosa de cuidar da estética, principalmente para quem não quer recorrer à cirurgia plástica. A marca Under Skin, por exemplo, conta com diversos elixires com os ativos mais variados, como pérolas, ouro, platina e até diamante. Ela é encontrada em farmácias e a sua aplicação é simples. Basta limpar o rosto, aplicar algumas gotas e finalizar com outros cremes da sua rotina de beleza. Ficar mais bela nunca foi tão elegante!

Fonte: M de Mulher