Elimine componentes que fazem mal ao cabelo com a técnica do low poo

Hoje em dia as opções para tratar os cabelos em casa estão cada vez maiores, com milhares de produtinhos que prometem resultados mágicos. Um dos mais falados do momento é o shampoo low poo ou light poo; “low” significa “pouco” em inglês, enquanto “poo” é uma abreviatura de “shampoo”. O segredo dessa técnica está em eliminar ou reduzir os componentes como petrolato, sulfato e parabenos da composição do produto, proporcionando assim uma limpeza mais suave, que não vai ressecar e danificar os fios a longo prazo. As madeixas cacheadas são as mais beneficiadas pela técnica, mas hoje em dia já existem shampoos específicos para qualquer tipo de cabelo.

agência epohke, shampoo, low poo

Para começar a entender as vantagens do low poo é preciso saber o que esses elementos causam no cabelo. Segundo o blog Cacheia, os sulfatos são utilizados para realizar uma limpeza profunda dos fios e podem causar ressecamento e perda da oleosidade natural. Assim, a ideia do low poo é garantir uma lavagem adequada com a ajuda de outros componentes. Você já deve ter notado que muitos shampoos possuem por exemplo, Cocamidopropyl Betaine na fórmula. Esse componente surfactante auxilia na limpeza e no condicionamento dos fios. Ele ajuda a limpar silicones solúveis e insolúveis em água e está presente na maioria dos low poo.

Os shampoos sem sulfato são capazes de limpar os silicones, mas o mesmo não ocorre com os derivados de petróleo. Esses componentes podem formar uma capa (que as propagandas gostam de chamar de “filme protetor”) que envolve os fios. Com o tempo, isso pode ir acumulando, acumulando… e aí o cabelo pode encontrar dificuldade para absorver outras substâncias necessárias aos fios. Sendo assim, os derivados de petróleo são proibidos nessa rotina. Veja abaixo as tabelas do blog Cacheia com os sulfatos e petrolatos que devem ser evitados:

agência epohke, shampoo, low poo

Já os parabenos são componentes conservantes utilizados na indústria cosmética para evitar a proliferação de microrganismos e garantir vida longa os produtos. Os mais comuns são metylparaben, propylparaben, etylparaben e butylparaben. Existe uma enorme discussão em torno dos riscos ligados ao uso de parabenos. É que esses componentes estão presentes não só nos cremes de pentear, mas em vários outros produtos do dia a dia como hidrantes, desodorantes, loções e por aí vai. No Brasil, a utilização dos parabenos é legal dentro de certos limites de concentração. Vale lembrar que eles não são proibidos para low poo, mas muitas pessoas têm evitado ou reduzido o uso em função da preocupação com a saúde. Algumas marcas já possuem opções de produtos com conservantes naturais e essa informação já vem destacada no rótulo.

Dito tudo isso, está na hora de começar a testar a técnica! Primeiramente, você precisa se libertar de todos as substâncias proibidas do low poo, e deve fazer isso lavando os cabelos com um shampoo com sulfato e sem petrolatos (a despedida!). Lave bem, e se necessário repita a operação. Depois disso seu cabelo estará livre de resíduos e pronto para a nova rotina. Depois de começar o uso da técnica o seu cabelo passará por um processo de adaptação, mas não deve demorar muito até que ele reaja bem ao método. Não esqueça de evitar os elementos proibidos na sua máscara, leave-in ou qualquer outra coisa que for passar nos fios.

Veja abaixo algumas opções de produtos low poo:

Kérastase Discipline Cleansing Conditioner Curl Idéal Light Poo 
Preço: R$167,90
À venda na Da Dama

Lola Cosmetics Curly Wurly Low Poo
Preço: R$30,99
À venda na Beleza na Web

agência epohke, shampoo, low poo

Divulgação

Tratamento Inteligente Elseve Light-Poo Quera Liso
Preço: R$39,90
À venda na Netfarma

Deva Shampoo Hidratante para Cabelos Cacheados Low-Poo
Preço: R$35,00
À venda na Sephora

agência epohke, shampoo, low poo

Divulgação

Shampoo Bio Extratus Low Poo Cachos Perfeitos
Preço: R$35,00
À venda nas Americanas

Shampoo Suave Less Poo Yamasterol 900ml Yamá
Preço: R$28,77
À venda no Walmart

agência epohke, shampoo, low poo

Divulgação

Veja posts relacionados